Tentativa de incêndio em um avião da Shenzhen Airlines voo ZH9648

Tentativa de incêndio no voo ZH9648

   Um homem que tentou incendiar a cabine de um avião, uma vez que estava pousando no sul da China ele foi dominado por outros passageiros e tripulantes.

   Dois dos 95 passageiros sofreram ferimentos e foram levadas ao hospital, o homem foi detido no domingo, disse a agência de notícias oficial Xinhua.

   O incidente ocorreu em Shenzhen Airlines voo ZH9648 no leste da cidade de Taizhou, uma vez que estava pousando em Guangzhou na manhã de domingo.












Escuta Aérea

Escuta Aérea do Aeroporto de Galeão no Rio de Janeiro (SBGL)




Escuta Aérea do Aeroporto de Viracopos em Campinas (SBKP)






Agora o Controle Aéreo no Zello

   Agora o Controle de Tráfego Aéreo BR no "ZELLO", encontre nós no Zello

   Troque notícias do Controle Aéreo, METAR, ocorrências e acidentes com os amigos e muito mais informações do dia a dia.

   Nome do canal: Controle Aéreo
   Descrição: Controle de Tráfego Aéreo BR



Embraer da Azul faz pouso de emergência no aeroporto de São José SP


   Uma aeronave E-195AR da companhia aérea Azul fez um pouso de emergência na tarde desta sexta-feira (10) no aeroporto de São José dos Campos (SP). O voo seguia de Porto Alegre (RS) para o aeroporto de Congonhas, em São Paulo, com cerca de 92 passageiros a bordo. A companhia não detalhou o problema.

   Por meio de nota, a Azul informou apenas que alterou o pouso para São José por conta de uma manutenção não programada da aeronave. O setor de operações da Infraero informou que foi feito um pouso de precaução às 17h.

   De acordo com uma passageira, o piloto informou os passageiros sobre a alteração do destino e teria justificado que identificou um barulho no trem de pouso. Não houve pânico.

   Segundo a empresa, o voo AD 2767 pousou em total segurança, de maneira preventiva. Ninguém ficou ferido. Os passageiros foram levados de ônibus para São Paulo e, até a publicação desta reportagem, a aeronave seguia no aeroporto de São José dos Campos.

   Seguindo protocolo de segurança, ele direcionou o avião para um aeroporto com tráfego aéreo menor, caso precisasse fazer um pouso forçado, o que não foi necessário. O trem de pouso funcionou e o avião pousou em São José, às 16:30h. Ninguém ficou ferido.

   Cerca de 10 viaturas dos bombeiros, do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial) e da Infraero acompanharam a aterrissagem. Os passageiros foram levados de ônibus para a capital.

   A Infraero informou que a manobra é padrão em suspeita de problema. A assessoria da Azul não foi localizada.




Três aeroportos do Brasil receberão o ILS CAT 3

Três aeroportos irão receber sistema de pouso por instrumentos (ILS CAT 3)

   É comum ouvir que o “aeroporto está operando por instrumento”. Isso acontece quando as condições climáticas não são boas e o Sistema de Pouso por Instrumentos (ILS) entra em ação. O sistema, que auxilia o piloto durante o pouso quando a visibilidade é baixa, está implantado em 32 aeroportos do Brasil. E a previsão é que os aeroportos Londrina (PR), Campina Grande (PB) e Vitória (ES) passem a contar com o aparelho em breve. O próximo aeroporto a receber a tecnologia é o de Vitória.

   Existem três tipos de ILS (categorias 1, 2 e 3), que são instalados conforme a necessidade e as características de cada região. 28 (de acordo com o mapa são 31) aeroportos contam com o equipamento de categoria 1; quatro (de acordo com o mapa são 6) de categoria 2. Os aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e Curitiba (PR) serão os primeiros do país a receber o ILS CAT 3. Guarulhos, o maior aeroporto do país, deve ser o primeiro deles a receber o moderno aparelho utilizado em vários aeroportos ao redor do mundo.

   Os últimos aeroportos que receberam investimentos em relação ao ILS foram os de Porto Alegre (RS) e Joinville (SC).

   O ILS CAT 2 do Aeroporto Internacional Salgado Filho (RS) começou a funcionar em 20 de junho, após homologação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). Assim como os demais aeroportos do Sul do Brasil, o Salgado Filho sofre com intenso nevoeiro entre os meses de maio e agosto, período de inverno. Com a novidade, o aeroporto deve diminuir em pelo menos 30% o tempo em que permanece fechado devido ao mau tempo.

   Sete dias depois foi a vez de Joinville receber o primeiro vôo com auxilio o ILS CAT 1. Até então, o aeroporto não contava com aparelhos deste tipo. A partir de agora, a expectativa é reduzir em pelo menos 60% o fechamento do aeroporto por causa de mal tempo.

   Até 2015, Curitiba deve concluir a ampliação do seu sistema, podendo diminuir em pelo menos 13% o tempo em que permanece fechado. A melhora no Galeão, no Rio de Janeiro, que também chegará à categoria 3 de ILS poderá diminuir em 50% este tempo.

O aparelho

   O ILS é um sistema composto por equipamentos eletrônicos instalados na pista e nos aviões, que praticamente guia o piloto até o pouso quando a névoa encobre o horizonte.

   A instalação – ou a modernização – de um aparelho deste requer um grande investimento. É necessária uma série de melhorias na infraestrutura do aeroporto, além da aquisição de equipamentos de suporte e mudanças na área operacional. Além disso, as tripulações e as aeronaves devem acompanhar as mudanças para estarem compatíveis com o novo aparelho do aeroporto.

   A Secretaria de Aviação Civil da Presidência da República (SAC) tem coordenado este trabalho junto a outros órgãos aeroportuários para agilizar ao máximo a instalação desses aparelhos quando necessário.

Santos Dumont

   Apesar de sofrer constantemente com o mau tempo, o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, não conta com ILS devido à geografia dos arredores do terminal. O aeroporto conta com vários outros sistemas que auxiliam o piloto quando o tempo está ruim.